Alguma coisa acontece…

Publicado: fevereiro 13, 2010 por Anderson Gonçalves em Devaneios e Causos do Anderson!

“Alguma coisa acontece no meu coração, que só quando cruzo a Ipiranga com a Av. São João…”

O fato é que assim como Caetano, Alguma coisa aconteceu comigo, quando fui atravessar a Av. Ipiranga com a São João…

Era uma ensolarada terça-feira, bem tradicional: Muito sol e muita mais muita chuva no início da tarde…

O dia passou rápido como de costume, tanto que quando olhei para o relógio, já marcava exatamente 17h12, Era a segunda hora mais feliz do dia, ir embora! Pois a primeira, sem dúvida alguma, é à hora do almoço… Estou até com fome agora!

Mas voltando a história, o Relógio já marcava 18h, e eu ainda estava na porta do serviço, com a esperança da incrível chuva passar (não me recordo de chuvas tão intensas e freqüentes nos últimos anos). A chuva não passou, mas ficou um pouco fraca. Em um momento único, aproveitei a oportunidade, peguei meu lindo guarda chuva, maltratado pelo tempo, e fui de encontro à fera…

No 1° minuto de chuva, 77% do meu corpo já estava molhado… O ditado popular “Quem está na chuva, está para se molhar”, nunca fez tão sentido em minha vida. Pensei em voltar, só que já era tarde… Ainda a alguns metros da entrada do serviço, a chuva ficou mais forte… Meu guarda chuva protegia apenas meu rosto, por enquanto! Não sabia se ele iria agüentar!

Comecei a caminhar paralelamente a Av. São João, pessoas correndo e se protegendo, poças aumentando rapidamente… Comecei a andar mais rápido, passei pelo Bar Bharma e logo me deparei com o famoso cruzamento. Algumas pessoas esperavam abrir o sinal de pedestres, o fluxo de carros estava muito baixo, então vi a possibilidade de atravessar… Em um momento oportuno, atravessei SOZINHO. Nesse exato momento assinei meu contrato de idiotice, se houvesse algum prêmio para Idiota da rodada, com certeza iria ganhar…

1° etapa concluída faltava apenas duas faixas para atravessar a Av. Ipiranga, e continuar meu caminho pela São João. Mas, Porém, Entretanto, Todavia… Quando cheguei a divisória da pista, o fluxo de carros aumentou, impossibilitando assim a 2ª fase da missão, fiquei ali parado, agora sim esperando uma nova oportunidade para concluir do trajeto.

Um carro passa em minhas costas, sinto algumas gotas se chocando a minha calça molhada, quando olho para a direita… Pensei “Que P#*@#$% de poça é essa?”, era uma enorme poça de água que acabará de se formar, olhando ainda à direita, mas bem longe… Um ônibus verde vinha em minha direção, e vinha rapidamente… voltei meus olhos para a poça, e praticamente uma lagoa havia se formado… Nesse momento, tudo ficou em câmera lenta, assim como meus pensamentos… uma dúvida surgia em minha mente “ O que faço? Tento atravessar? Fico aqui parado? Choro? Me protejo com o guarda chuva?” não consegui a resposta… Aqueles pedestres que corretamente esperavam o sinal abrir, se multiplicavam de ambos os lados. E eu? Ali solitário estava!

Minha roupa molhada, grudada no corpo, o frio tomava conta de minha pessoa… Meu coração já entrara em estado de choque!

O barulho que vinha daquele ônibus aumentava, olhei novamente e mais próximo ele estava…

Realmente, não tinha o que fazer…

Um sorriso imbecil surgiu em meu rosto, e voltando meu olhar para o ônibus… Ele já havia começado a cortar o espelho d’água… Uma pequena onda havia se formado, pequena pelo menos até o 1° piscar de olhos, pois nos demais. A pequena onde, já se tornara uma GIGANTE onda, mais era grande mesmo… Metros? Talvez… Só tive tempo de fechar os olhos, e sentir aquela água gelada me cobrir por inteiro… E como aquela água estava gelada e SUJA!

Logo após a passagem do ônibus, por incrível que pareça o sinal abriu e atravessei meio sem graça, procurando olhar o mínimo possível para os lados, tentando não enxergar e ouvir as risadas que por ali surgiam…

Completada a travessia, me deparo com um senhor, que com um sarcasmo a lá Dr. House, disse:

“Para que guarda chuva néh?”… Respondi apenas com um olhar simpático e continue meu caminho…

Quem já tomou um banho desses???

…………………………………………………………………………………………………………………………………..

Você usa o guarda chuva e mesmo assim acaba se molhando?

Achei a mais nova solução!!!!!

Anderson!

Anúncios
comentários
  1. Lydia disse:

    Nossa, imagino como foi agradável tomar esse banho em plena São João X Ipiranga… Queria estar lá pra ver a cena… rsrsr… Vc é muito engraçado… Parabéns, adorei o post..
    Bjs

Obrigado!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s